Humanitarian

Tuesday 26 February 2019

SAVE THE CHILDREN REFORÇA CAPACIDADE DE GESTÃO DE RISCOS DE CALAMIDADES NA COMUNIDADE DE BANHEL, EM GAZA

Devido à sua localização geográfica, Gaza é uma província altamente exposta a riscos de desastres, com destaque para cheias e ciclones, principalmente nos distritos banhados pelo rio Limpopo. No ano de 2000, a província foi abrangida por um fenômeno de cheias que afectou principalmente os distritos de Chókwe, Guijá, Chibuto e Xai-Xai, sendo estes os distritos mais propensos a este tipo de fenómeno natural, dada a sua localização em relação ao rio Limpopo.

Monday 20 August 2018

Save the Children ambiciona tornar-se a principal agência de resposta humanitária para crianças no mundo

Celebrou-se ontem, (19), o Dia Mundial Humanitário, uma data instituída pelas Nações Unidas em homenagem aos 22 trabalhadores humanitários que perderam a vida em 2003, na sequência do ataque terrorista à sede das Nações Unidas em Bagdade, no Iraque.

Saturday 23 June 2018

Save the Children lamenta retirada dos EUA do Conselho de Direitos Humanos da ONU

A Directora-adjunta do Gabinete de Advocacia de Genebra, Davinia Ovett Bondi lamenta o anúncio da retirada dos EUA do Conselho de Direitos Humanos da ONU. Em comunicado, Davinia Ovett Bondi declarou:

Tuesday 10 January 2017

Celeiros e salas de aulas vazias na localidade de Mbalavala

Os celeiros em Mabalavala estão vazios - Os rios secaram todos e as terras agrícolas ficaram nuas e vazias. Mbalavala localidade do posto administrativo de Nalazi, Guijá distrito na província de Gaza é uma das áreas mais atingidas pela seca. Com os rios todos secos, as comunidades em torno de ter sido incapaz de plantar culturas e acesso a água potável, resultou em famílias forçadas a encontrar meios alternativos de sobrevivência para manter o alimento na tabela e encontrar a água.

Tuesday 10 January 2017

Saving lives through livelihoods support

Due to the failed rains in 2015, farmers in Mozambique failed to get good yield form their crop in the field. This led to severe shortage of food and starvation in Mozambique.

Between June and July 2016, The Mozambican government distributed 518 tonnes of food aid to around 50,000 Mozambicans affected by the severe El Nino drought in the southern and central regions of the country.

Pages