Agua, Higiene e Saneamento do Meio deTsokati

Tuesday 10 January 2017

Devido às chuvas falhadas em 2015, os agricultores em Moçambique não conseguiram obter boa produtividade da sua cultura no campo. Isto levou a uma grave escassez de alimentos e fome em Moçambique.

Entre Junho e Julho de 2016, o governo moçambicano distribuiu 518 toneladas de ajuda alimentar a cerca de 50.000 moçambicanos afectados pela grave seca provocada pelo El Niño nas regiões centro e sul do país.

Save the Children, na liderança do COSACA tem vindo a implementar programas na província de Gaza para ajudar a mitigar os efeitos da seca. Uma componente importante disto foi a Segurança Alimentar e Meios de Subsistência (FSL). Desde Janeiro de 2016, mais de 10 mil famílias se beneficiaram do apoio em meios de subsistência e isso, por sua vez, impactou na saúde e educação especialmente para as crianças.

Aldeia de Tsokati está no coração da província de Gaza e sentiu o pleno efeito da seca (El Niño). Antes da seca, os membros da comunidade praticavam a agricultura como sua principal actividade económica. Quando a seca se instalou, a comunidade enfrentou a fome seguida de problemas de saúde. Alexandre Ngovene explica que eles só sobreviveram graças as intervenções de subsistência do COSACA.

"As nossas colheitas no campo falharam e nós não tivemos nada para comer. Ficamos restritos a ter uma refeição por dia e temos que ter sorte para os nossos filhos não abandonarem a escola ", disse Ngovene.

Ele não é o único que tem esses sentimentos. Doli Macamo, que é mãe solteira, também compartilha como as intervenções de subsistência do COSACA que a mantiveram viva tanto quanto sua família. "Eu recebo cesta de alimentos que mantem nossos estômagos cheios e as crianças são capazes de ir para a escola agora. Anteriormente, elas sempre se queixavam de fome e não conseguiam se concentrar na sala de aulas ".

Como a primeira fase da resposta do COSACA que termina em Outubro de 2016, os planos já foram colocados em curso para expandir e alcançar as três áreas-chave de Água e Saneamento, Segurança Alimentar e Meios de Vidas e Educação.

Para ajudar comunidades como Tsokati, COSACA abriu um furo dentro da comunidade para reduzir a distância que eles tinham que percorrer para encontrar água potável.

Alfredo Sebastião explicou como a comunidade estava com preocupação para ter a água. "Tivemos que caminhar 8kms para obter água para uso doméstico. Eventualmente, perdemos todo o gado que tivemos e aqueles que sobreviveram tiveram que ser vendidos para evitar mais perda ", disse ele.
A reabilitação de furos, foi acompanhada pela criação de Comitês de Água que são responsáveis pela manutenção do furo mesmo após o fim da intervenção do COSACA.

A conservação da água nos centros escolares e de saúde também foi implementada em parceria com o Girls Education Challenge Project, um projecto de educação implementado pela Save the Children em parceria com o Ministério da Educação e Desenvolvimento Humano e MAMANE, um projecto de saúde e nutrição implementado pela Save the Children em parceria com o Ministério da Saúde.

"Sem intervenção do COSACA, não tenho a certeza do que teria acontecido comigo e com a minha família. Temos beneficiado imensamente e estamos eternamente gratos e gratos "- Doli Macamo.

Save the Children em Moçambique, na liderança do COSACA, reabilitou 30 poços de água na província de Gaza para minimizar a escassez crítica de água devido ao impacto de El Niño.

Sobre COSACA

O COSACA é constituída pelas organizações internacionais de ajuda como a CARE International, Oxfam, Save the Children e Concern Worldwide. O consórcio iniciou o seu trabalho em Moçambique em 2007, prestando assistência humanitária de emergência e de grande escala às comunidades afectadas por inundações (cheias). O COSACA respondeu a inundações recorrentes desde 2013 preparando comunidades para futuros desastres naturais.

Desde Julho de 2015, o COSACA vem atendendo às necessidades das pessoas afectadas pela pior seca nos últimos 35 anos. As agências estão reunindo seus respectivos conhecimentos técnicos para garantir uma resposta de emergência eficaz. O COSACA está colaborando estreitamente com a agência nacional de ajuda humanitária, o Instituto Nacional de Gestão de Desastres (INGC). O consórcio COSACA é apoiado pelo DFID.